Armazenamento de dados 5D: pode se tornar a “memória” da humanidade

Pesquisadores da Universidade de Southampton deram um passo muito importante no desenvolvimento de um espaço de armazenamento que poderia sobreviver por bilhões de anos.

Usando nanoestruturas de vidro, os pesquisadores do Optoelectronics Research Center desenvolveram técnicas de recuperação e gravação de dados em cinco dimensões (5D) usando um laser de femtossegundos.

Esse espaço de armazenamento específico possui propriedades sem precedentes, como 360 TB por disco, estabilidade térmica mesmo a temperaturas de 1000 graus Celsius e uma vida útil que diríamos ilimitada, pois pode operar por 13,8 bilhões de anos a 190 graus Celsius, abrindo assim um nova era no arquivamento de dados.

Uma maneira tão segura e estável de armazenamento pode ser usada por organizações com arquivos grandes, arquivos nacionais, museus e bibliotecas para armazenar seus dados.

O professor Peter Kazansky declara: “É fascinante pensar que criamos uma tecnologia que retém documentos e informações armazenados para as gerações futuras. Essa tecnologia pode fornecer as evidências mais recentes de nossa cultura e qualquer conhecimento que tenhamos não será esquecido “.

A equipe de pesquisa está agora procurando parceiros do setor para desenvolver e comercializar mais essa nova tecnologia.

1-eternal5ddat-570Fonte