Apple, Xiaomi e fabricantes chineses estão forçando a Samsung

Sabe-se que 2014 não foi um dos melhores anos para a Samsung, pelo contrário, as encontrou sombrias com as vendas de seus smartphones e, especialmente, com o Samsung Galaxy S5, que não correu como o esperado. A Samsung está enfrentando uma concorrência acirrada de fabricantes chineses e Apple neste mercado em particular, onde perdeu terreno significativo.

De acordo com a maior empresa de análise da China, a CCID Consulting, a Samsung perdeu 31,5% de sua participação no mercado chinês em 2014. Em janeiro de 2014, possuía 20%, enquanto em outubro do mesmo ano sua participação caiu para 13,7%. Essa porcentagem a classifica novamente em primeiro lugar, mas se a grande queda continuar em 2015, ela provavelmente perderá o primeiro lugar.

Em janeiro de 2014, 356,2 milhões de smartphones foram vendidos na China e em outubro o número caiu para 307 milhões, o que significa que a Samsung não apenas perdeu suas porcentagens, mas o mercado teve uma contração geral. Os principais rivais que lutam pela posição da Samsung são Apple e nomes menores, como Huawei, Lenovo, Coolpad, Xiaomi, Meizu, e estão indo muito bem.

2014 foi um ano muito estável para a Apple na China e a Xiaomi está voltando com força em 2015 ao anunciar o Xiaomi Mi Note e o Xiaomi Mi Note Pro.

Analistas dizem que o declínio da Samsung se deve a sua falta de adaptação aos novos dados do mercado, que agora está sendo determinado pelos fabricantes chineses com dispositivos melhores e mais baixos e preços mais baixos.

logotipo da samsung

Fonte