Apple Watch: a empresa pensa em uma câmera integrada à alça

Uma câmera integrada a um smartwatch poderia tornar esses dispositivos cada vez mais uma alternativa aos smartphones em algumas situações. Para essas soluções, no entanto, existe um problema óbvio: como permitir que o usuário enquadre o que deseja, deixando a liberdade de movimento e visualização da imagem na tela? A resposta vem da Apple em uma patente registrada no USPTO: integre a câmera na alça.

A solução proposta pelo gigante de Cupertino parece perfeita. A Apple propõe inserir o sensor em uma parte da pulseira – e nĂŁo no mostrador do relĂłgio – extensĂ­vel e totalmente flexĂ­vel. Dessa forma, o usuário poderá posicionar a câmera independentemente do corpo do relĂłgio e ele pode enquadrar livremente o que quer. Ao fazer isso, ele poderá ver a tela do seu Apple Watch, da mesma maneira que tira fotos com um iPhone.

A parte da alça tambĂ©m poderá girar sobre ela e um segundo sensor tambĂ©m será implementado no lado oposto, como vemos nos smartphones. A Apple tambĂ©m pensou em uma solução para situações especĂ­ficas, como uma vĂ­deo chamada com o Face Time. Nestes casos, a possibilidade de torne a alça rĂ­gida depois que o usuário decidir a orientação da câmera. A patente diz que “para manter sua forma, a alça flexĂ­vel da câmera pode incluir um tipo de metal maleável, um fluido magnetorheolĂłgico, conexões mecânicas ou qualquer combinação dessas caracterĂ­sticas

Finalmente, pode haver várias maneiras de interagir com a câmera. O usuário pode tirar fotos clicando em uma parte da alça sensível ao toque, através de um comando de voz ou pressionando um botão no visor. Em suma, a solução parece realmente refinada, mas nem sempre as patentes se tornam realidade. Então, quem sabe se o próximo O Apple Watch integrará esse recurso inovador o que permitirá um uso cada vez mais independente do smartwatch.