Apple trabalhando em um iPhone projetado especificamente para o mercado chinĂȘs

Segundo algumas fontes, a Apple planeja lançar um novo iPhone para o mercado chinĂȘs com sensor de impressĂŁo digital integrado diretamente na tela, para substituir a tecnologia Face ID e reduzir os custos de produção.

De acordo com reportado pelo Global Times, a empresa americana lançarå o novo iPhone com ovisam parar a queda nas vendas registrado no mercado interno devido à guerra comercial entre a China e os EUA.

O Colossus de Cupertino estĂĄ de fato considerando uma produção do iPhone, para o mercado chinĂȘs, muito mais barata, graças Ă  presença do leitor de impressĂ”es digitais sob a tela. Sabemos que, desde 2018, o Face ID foi integrado a todos os novos modelos de smartphones da marca Apple, aumentando o custo final do smartphone.

Aparentemente, o novo iPhone removerĂĄ o Face ID, o sistema de reconhecimento facial e, em vez disso, empregarĂĄ um sensor de impressĂŁo digital sob a tela, relata o site de notĂ­cias caijing.com.cn citando fontes da cadeia de suprimentos da indĂșstria. Um membro da indĂșstria revelou que Ă© provĂĄvel que seja uma solução projetada principalmente para “cortar custos”.

O emissor estruturado de laser, o principal componente do Face ID, custarĂĄ vĂĄrias centenas de yuans, disse um representante de Pequim que preferiu permanecer anĂŽnimo.

O aumento no uso de scanners de impressão digital é de fato acentuado por uma redução nos preços dos sensores; recentemente, o uso do Touch ID encontrou espaço também nos teclados dos laptops, em particular no MacBook Pro e MacBook Air.

O que foi dito até agora não é inteiramente oficial, mas seria uma boa solução da Apple para combater a queda nas vendas na China e trazer o iPhone de volta aos níveis de vendas anteriores.