Apple: TAR da Lazio confirma multa de 10 milhÔes de euros

Apenas nas Ășltimas horas veio a decisĂŁo de TAR Lazio: anĂșncio negado maçã o pedido para cancelar o Sanção antitruste por causa da alegada obsolescĂȘncia planejada.

No 2014, Altroconsumo compartilhado vĂĄrios relatĂłrios de alguns consumidores, apĂłs uma atualização lançada pela Apple. Alguns anos depois – em 2018 – a investigação preliminar doAutoridade de ConcorrĂȘncia e Mercado: o Colosso de Cupertino deveria ter pago uma penalidade de 10 milhĂ”es de euros (multa paga em 20 de novembro de 2018).

Segundo as autoridades, a Apple adotou algumas prĂĄticas comerciais injustas, divulgando uma atualização que causou vĂĄrios problemas em alguns dispositivos. A empresa nĂŁo havia comunicado previamente aos consumidores consequĂȘncias causado pela atualização. A atualização em questĂŁo Ă© o que ele introduziu iOS 10 Ă© 10.1.2 nos seguintes modelos:

  • iPhone 6;
  • 6 Plus;
  • 6s;
  • 6s Plus.

A Apple decidiu apelar e, dois anos depois, o TAR da Lazio rejeitou o pedido: pela primeira vez na ItĂĄlia, EU’obsolescĂȘncia planejada – estratĂ©gia com a qual a duração de um objeto Ă© planejada com antecedĂȘncia – foi considerada uma prĂĄtica incorreta. A gigante de TI agora terĂĄ que pagar a multa de 10 milhĂ”es de euros. Algumas semanas atrĂĄs, a decisĂŁo dos juĂ­zes brasileiros havia sido diferente.