Apple: Spotify quer os benefĂ­cios do aplicativo gratuito sem ser gratuito

Spotify A Apple respondeu na quinta-feira a uma reclamação da Spotify Technology SA, dizendo que o serviço de streaming de ĂĄudio “deseja todos os benefĂ­cios de um aplicativo gratuito sem que ele seja gratuito”.

O Spotify anunciou na quarta-feira que a Apple estĂĄ restringindo injustificadamente seus concorrentes em sua loja online, a fim de promover seus prĂłprios aplicativos.

O controle da Apple da App Store priva os consumidores da capacidade de visualizar e selecionar outros provedores de serviços de streaming de åudio em benefício do serviço Apple Music, lançado em 2015, acrescentou o Spotify.

Em resposta, a Apple disse que aprovou e distribuiu quase 200 atualizaçÔes de aplicativos em nome da empresa sueca, resultando em mais de 300 milhÔes de cópias baixadas do aplicativo Spotify.

“A Ășnica vez que pedimos ajustes foi quando o Spotify tentou contornar as mesmas regras que qualquer outro aplicativo”, afirmou a Apple em comunicado.

“O Spotify Ă© livre para criar aplicativos e competir com nossos produtos e plataformas, e esperamos que sim”, acrescentou.

A empresa sueca apresenta em um site as diferentes maneiras pelas quais a Apple usa seu poder para tornar sua plataforma “escopo desigual”.

A Apple negou a maioria das alegaçÔes do Spotify em seu site, “Time to Play Fair”, bit.ly/2TDWtvT.

A empresa tambĂ©m disse que o sistema de reconhecimento de voz da Apple, Siri, nĂŁo permitiria que os usuĂĄrios do iPhone tocassem mĂșsica do Spotify e que a Apple se recusou a lançar um aplicativo no Spotify em seu smartwatch.

A empresa com sede na CalifĂłrnia respondeu dizendo que, quando tentou entrar em contato com o Spotify para obter suporte para Siri e AirPlay 2, a empresa sueca havia dito que estava trabalhando nisso.