Apple: se existe o iPad Pro, por que devemos comprar um PC?

O iPad Pro Ă© uma alternativa ao PC tradicional, tĂŁo vĂĄlidos que em breve nos perguntaremos por que devemos comprar um computador. Isso foi afirmado pelo CEO Apple Tim Cook, em uma entrevista na qual ele explicou como o novo produto tambĂ©m se destina como um “assalto” ao objeto que domina escritĂłrios em todo o mundo.

tim cook 277

“Sim, o iPad Pro Ă© um substituto para notebook e desktop para muitas, muitas pessoas. Eles começarĂŁo a usĂĄ-lo e concluirĂŁo que nĂŁo precisam mais usar nada alĂ©m do telefone “, disse Cook, acrescentando que o novo tablet de 13 polegadas tambĂ©m Ă© Ăłtimo para desenhar, assistir filmes ou ouvir mĂșsica graças aos alto-falantes. O novo tablet tambĂ©m se coloca em concorrĂȘncia direta com o Surface Pro e o Surface Book, os produtos “simbĂłlicos” da Microsoft.

O executivo da Apple tem tambĂ©m falou sobre o mini iPad, um produto que concorre parcialmente com iPhones maiores, mas Cook nĂŁo se importa. “Enquanto nos canibalizamos, nĂŁo hĂĄ problema”, brincou o sucessor de Steve Jobs.

Sobre aApple WatchentĂŁo, Cook nĂŁo forneceu nĂșmeros oficiais, mas descreve o produto como um sucesso destinado a estabelecer novos recordes de vendas. O CEO acrescentou que a Apple tambĂ©m estĂĄ planejando um dispositivo explicitamente destinado ao mundo da saĂșde, daqueles que exigem certificação ministerial; nĂŁo serĂĄ o Apple Watch, no entanto, porque precisamente os controles das autoridades retardariam o ciclo de atualização.

ipad pro keyboard

EntĂŁo se falou em Apple TV, cuja nova versĂŁo pretende se tornar o centro da sala de estar e – pelo menos em parte – competir com os consoles. Cook estĂĄ satisfeito com o grande nĂșmero de novos aplicativos que estĂŁo chegando, e um serviço de streaming da Apple que pode competir com a Netflix e similares tambĂ©m estĂĄ sendo considerado.

NĂŁo hĂĄ falta de um comentar sobre criptografia, particularmente em relação a um projeto de lei britĂąnico que forçaria as empresas a inserir um backdoor para uso do governo. Mas um backdoor por natureza pode ser explorado por qualquer pessoa, nĂŁo apenas pelas autoridades a que se destina. Tim Cook enfatiza essa realidade e diz que apenas um paĂ­s (neste caso a GrĂŁ-Bretanha) nĂŁo pode se mover por si sĂł desse ponto de vista. E lembre-se tambĂ©m de que seria pouco Ăștil: minaria a confiança de pessoas boas, enquanto os criminosos encontrariam uma solução.