Apple: multada em US$ 19 milhões por não enviar carregadores para o Brasil

Em setembro, foi dada ordem para Maçã pelo Ministério da Justiça brasileiro para parar de vender Iphone no país se a caixa de varejo não incluir carregador e também foi multada em R$ 12,275 milhões – o equivalente a US$ 2,34 milhões.

Agora, Cupertino está sendo novamente acusado da mesma coisa, desta vez pela Justiça Cível de São Paulo. Mais especificamente, uma ação foi movida pela Organização Brasileira de Consumidores, que argumentou que, para o produto funcionar, o cliente deve fazer uma segunda compra e a Apple deve pagar R$ 100 milhões (cerca de US$ 19 milhões) de indenização.

Segundo o juiz Caramuru Afonso Francisco, Apple deve fornecer carregadores para todos os consumidores no Brasil que compraram aparelhos iPhone 12 ou iPhone 13 nos últimos dois anos e deve incluir os carregadores em compras futuras também. Digamos, no entanto, que a decisão não é definitiva e pode ser apelada.

A Apple cita razões ambientais para enviar apenas o cabo Lighting to USB-C e não o carregador nos iPhones a partir de 2020. Desde então, vários outros fabricantes seguiram o exemplo, principalmente no segmento de smartphones premium.

Artigos Relacionados

Back to top button