Apple: Funcionários acusados ​​de roubar fotos de clientes

Os funcionários da Apple em Brisbane, na Austrália, teriam sido acusados ​​de criar um circuito ilegal onde tiraram fotos dos dispositivos dos clientes e os compartilharam.

O jornal Courier-Mail informou que os funcionários da loja Carindale tiraram fotos de telefones celulares femininos que estavam sendo reparados, sem que eles soubessem. Em seguida, eles os compartilharam com funcionários de outras lojas e, de fato, as “vítimas” da fraude foram classificadas de 1 a 10.

A Apple, por sua vez, confirmou que vários funcionários foram demitidos da loja Carindale por não “cumprirem a política da empresa”, mas disseram que os clientes não eram vítimas. Um funcionário da loja teria dito ao jornal que era provável que o ato hediondo tivesse ocorrido em outra loja da Apple em Sydney.

No entanto, de acordo com o jornal, a questão veio à tona quando um técnico durante o reparo de um iPhone foi flagrado olhando as fotos.

A Apple havia inicialmente dito que estava investigando o assunto e voltou hoje com um novo anúncio dizendo que não encontrou indicação de que os clientes estivessem envolvidos no vazamento de dados.

“Com base em nossa investigação até agora, não vimos evidências de que dados ou fotos de clientes tenham sido transferidos inadequadamente ou que alguém tenha sido fotografado por esses ex-funcionários”.

loja de maçã

Fonte