Apple, as novas tarifas dos EUA na China aumentarão os preços do iPhone?

De acordo com o conhecido analista Ming-Chi Kuo, o aumento das tarifas sobre mercadorias importadas da China impostas pelo governo Trump n√£o afetar√° os pre√ßos dos produtos da Apple, pelo menos a curto e m√©dio prazo. Na √ļltima nota enviada aos investidores, Kuo afirma que a casa de Cupertino tem capacidade para absorver quaisquer despesas extras que os novos impostos possam causar.

De acordo com Kuo, Apple aumentar√° sua produ√ß√£o fora da China – como hip√≥tese v√°rias vezes – a fim de satisfazer a demanda do mercado americano, evitando assim as novas tarifas. Na semana passada, o presidente Trump disse que uma nova sobretaxa de 10% sobre US $ 300 bilh√Ķes em mercadorias importadas da China entrar√° em vigor em 1¬ļ de setembro devido ao n√£o cumprimento dos acordos feitos durante o G20 de Osaka.

No entanto, a revis√£o tarif√°ria n√£o deve afetar os pre√ßos dos produtos da Apple, segundo o analista, pelas estrat√©gias de compras implementadas pelo CEO Tim Cook. Como j√° mencionado, o impacto nos custos poderia ser mitigado pela mudan√ßa na produ√ß√£o de produtos destinados ao mercado dos EUA em outros pa√≠ses, como √ćndia e Vietn√£. Kuo afirma que as preocupa√ß√Ķes do mercado em aumentar os pre√ßos dos produtos Apple s√£o injustificadas, j√° que a gigante californiana j√° planejou planos alternativos.

A produção de iPhones, iPads e Apple Watches fora da China pode atender completamente à demanda do mercado americano até 2020. As dificuldades que a Apple poderia enfrentar dizem respeito à produção de Macs que Рpara o analista Рnão deve atender à demanda dos EUA antes de 2021.

No entanto, as hip√≥teses de Kuo nos deixam um tanto perplexas quando examinadas √† luz das declara√ß√Ķes de Tim Cook durante a confer√™ncia sobre os resultados do √ļltimo trimestre. Na verdade, naquela ocasi√£o, o CEO convidou para n√£o confie muito em relat√≥rios que falam de uma mudan√ßa na produ√ß√£o fora da China, no entanto, acrescentando que continuar√° produzindo o MacBook Pro no Texas.

Neste ponto, r√Č dif√≠cil prever quais ser√£o os movimentos da Apple absorver os custos causados ‚Äč‚Äčpelo aumento das tarifas sobre mercadorias importadas da China. Segundo analistas do JP Morgan, o pre√ßo dos iPhones da pr√≥xima gera√ß√£o poder√° aumentar em at√© 14% a mais se continuarmos com o aumento das tarifas de importa√ß√£o.