Apple arquivado por Caltech, Wi-Fi viola patentes

ma√ß√£ foi acompanhado por um novo queixa por viola√ß√£o de patente, mas desta vez n√£o √© o troll de patente usual. Relatar a empresa californiana, de fato, n√£o √© outro sen√£o o Caltech (California Institute of Technology) – a prestigiosa universidade californiana onde algumas das tecnologias mais populares foram criadas. Nesse caso, s√£o solu√ß√Ķes para comunica√ß√£o Wi-Fi.

Biblioteca Memorial Robert A Millikan em Caltech
Instituto de Tecnologia da Califórnia

A Apple supostamente violou algumas patentes relacionadas a Comunica√ß√£o Wi-Fi. A partir do iPhone 5, os smartphones da Apple usavam quatro tecnologias de codifica√ß√£o e decodifica√ß√£o de sinal registradas pela Caltech. isso foi Broadcom tamb√©m √© relatado, a empresa que produz os chips contidos nos smartphones. A den√ļncia tamb√©m se refere a iPads (iPad Air 2 e posterior), Apple Watch, MacBook Air e outros produtos.

As patentes em questão foram registradas entre 2006 e 2012 e dizem respeito à Codificação IRA / LDPC, um sistema que torna a transferência de dados via Wi-Fi mais eficiente. Sistema que estaria presente nos dispositivos mencionados, mas a Apple não fez acordos de licenciamento com a Caltech.

Como sempre nesses casos, a Caltech tem pediu um embargo à venda dos dispositivos (mercado dos EUA) até a sentença do juiz ou o assunto a ser resolvido fora do tribunal. A universidade também busca uma compensação financeira pela violação.

Nesse ponto, os escrit√≥rios jur√≠dicos da Apple ser√£o ativados e √© dif√≠cil prever o que acontecer√°. √Č poss√≠vel que a Apple concorde e decida pagar o que for solicitado, mas historicamente a empresa Cupertino sempre se op√īs para esse tipo de solicita√ß√£o, continuando a causa no grau m√°ximo.