Apple: aplicativos universais funcionando no iPhone, iPad e Mac. Chegando ainda este ano?

O projeto Ă© chamado Marzipan e a ideia Ă© a de rtorne os aplicativos do ecossistema da Apple “universais”, fazendo-os funcionar tanto no iOS e, portanto, iPhone, iPad e iPod mas tambĂ©m no macOS e, portanto, no MacBook e iMac. A indiscrição na chegada desses novos aplicativos em execução em todos os tipos de dispositivos Apple parece estar ficando mais forte e, mesmo que nĂŁo pareçam ser a prioridade da empresa Cupertino, eles ainda podem aparecer no ano, se nĂŁo dentro do fim do verĂŁo.

De acordo com os mais informados, e falamos sobre os vĂĄrios Mark Gurman e Ina Fried para Bloomberg e Axios, respectivamente, a empresa Cupertino teria acelerado o desenvolvimento do projeto Marzipan precisamente para ativĂĄ-lo o mais rĂĄpido possĂ­vel, conseguindo obter uma maior convergĂȘncia entre os dois sistemas operacionais, iOS e macOS, que parecem querer interagir mais do que nunca com as atualizaçÔes mais recentes.

Como os aplicativos universais funcionariam no iOS e no macOS?

O projeto claramente não foi revelado em nenhuma de suas partes e, portanto, as indiscriçÔes dizem respeito a muito poucos detalhes, mesmo que ainda sejam importantes. Aqui, nos laboratórios de Cupertino, uma estrutura capaz de garantir a operação de aplicativos iOS, mesmo no Mac e, portanto, no macOS. Nesse caso, tudo o que é realizado em um smartphone ou tablet com o gesto dos dedos também pode ser replicado automaticamente no trackpad ou através do mouse.

De acordo com Gurman, os desenvolvedores poderão criar aplicativos prontos para funcionar, independentemente de serem executados no iOS ou no macOS e, portanto, funcionarem em um painel de toque como o de um iPhone ou iPad e em uma interface mais avançada como a de um Mac. Em tudo isso muitos apostam no lançamento de um novo SDK capaz de fazer os desenvolvedores trabalharem em APIs completamente novas, projetadas precisamente para a universalidade do sistema.

Lembre-se de como os aplicativos desenvolvidos para iPhone e iPad atualmente se baseiam API UIKit que são muito diferentes daqueles para Macs que usam API do APPKit. Precisamente essa diferença importante não permite que o momento entenda como a Apple decidirå prosseguir com a união dos dois sistemas e, exatamente nesse sentido, o fato de criar novas APIs especiais pode ser ainda mais vålido.

No momento, vamos repetir, sĂŁo apenas indiscriçÔes e, como tal, devem ser tomadas, mas se algo “ferver” no pote, Ă© provĂĄvel que durante a prĂłxima WWDC 2018, chegando como sempre no verĂŁo, algo mais pode ser revelado e, a partir do estĂĄgio, Ă© provĂĄvel que a Apple revele a uniĂŁo dos dois sistemas.