Apenas 8% dos planetas habit√°veis ‚Äč‚Äčdo mundo nasceram no universo

Com base em dados do Telesc√≥pio Espacial Hubble e do Observat√≥rio Espacial Kepler, uma equipe de cientistas da NASA descobriu que a maioria dos planetas habit√°veis ‚Äč‚Äčainda nem nasceu.

planetas da nasa planet earth

Em resumo, somos informados de que, de todos os planetas potencialmente habit√°veis ‚Äč‚Äčque aparecer√£o por todo o universo, apenas um punhado foi formado at√© agora. √Č prov√°vel que a maioria dos planetas habit√°veis ‚Äč‚Äčse forme ap√≥s a perda da Terra.

E os pesquisadores da NASA nos explicam.

“Nosso sistema solar nasceu 4,6 bilh√Ķes de anos atr√°s e at√© agora apenas 8% dos planetas potencialmente habit√°veis ‚Äč‚Äčforam formados. A maioria desses planetas – os 92% restantes – ainda n√£o nasceu “, dizem os pesquisadores da NASA.

Em outras palavras, a existência do nosso planeta parece ser uma chegada bastante prematura em comparação com as próximas chegadas esperadas em todo o universo.

Mas quais planetas podem ser descritos como habit√°veis? Eles devem ter o mesmo tamanho da Terra e estar localizados na chamada zona habit√°vel do sol, nem muito longe nem muito perto. Assim, eles devem estar em uma trajet√≥ria, onde as condi√ß√Ķes permitir√£o a forma√ß√£o de √°gua, na forma l√≠quida.

Então, se o planeta também é rochoso, há uma chance ainda maior de que a existência de formas de vida, que do primitivo ao original possam evoluir inicialmente.

E se considerarmos em n√ļmeros, a quest√£o se torna mais interessante. Os cientistas estimam que deve haver cerca de 1 bilh√£o de planetas semelhantes √† Terra em nossa gal√°xia. Com cerca de 100 bilh√Ķes de gal√°xias no universo observ√°vel, isso significa que existem muitas esferas semelhantes √† nossa casa c√≥smica.

Mas, novamente, os cientistas acreditam que todos esses corpos celestes representam apenas uma fra√ß√£o dos 8% dos planetas que se formar√£o ao longo da hist√≥ria do universo. Eles dizem que h√° muitos outros materiais [őľőĶŌĄő¨ ŌĄőŅ big bang] para produzir ainda mais planetas no futuro.