AnĂșncio do MinistĂ©rio das RelaçÔes Exteriores sobre o ataque eletrĂŽnico malicioso.

ypex-660_0_0 ApĂłs a publicidade do incidente da violação eletrĂŽnica de sites do MinistĂ©rio grego das RelaçÔes Exteriores por hackers turcos, o MinistĂ©rio passou a AnĂșncio extenso sobre o incidente. Lembramos que o SecNews, em exclusividade pan-helĂȘnica, publicou dados sobre um ataque cibernĂ©tico em andamento contra o MinistĂ©rio e que os voluntĂĄrios do SecNews localizados em fĂłruns no exterior, bem como <
>

paĂ­s vizinho.

Provando a seriedade especial com que os funcionĂĄrios do MinistĂ©rio levam em consideração esses ataques, eles procederam ao seguinte anĂșncio oficial:

Comunicado de imprensa do Ministério das RelaçÔes Exteriores sobre o ataque cibernético

Esta manhã, houve um ataque eletrÎnico malicioso no portal financeiro da Internet www.agora.mfa.gr, bem como no site archive.hellenicaid.gr (este é um site antigo do Serviço de Cooperação para o Desenvolvimento Internacional, que não estava em operação).

Os dois sites acima são completamente independentes do site oficial do Ministério das RelaçÔes Exteriores e não afetam os outros sites do Ministério. Não havia dados sensíveis e não hå problemas de segurança no site oficial do Ministério das RelaçÔes Exteriores.

Especialmente pela manutenção e gerenciamento dos dois sites acima, uma empresa privada é responsåvel, que toma medidas para investigar o incidente e restaurar o problema, enquanto os Serviços competentes foram informados sobre o problema.

É uma das poucas vezes em que um ministĂ©rio ou ĂłrgĂŁo pĂșblico reconhece as conseqĂŒĂȘncias de um ataque cibernĂ©tico. Vale ressaltar que no exterior É prĂĄtica comum que as vĂ­timas de ataques cibernĂ©ticos informem com precisĂŁo seus clientes (se sĂŁo sites corporativos) ou todos os visitantes para saber as dimensĂ”es exatas do problema.. Ocultar ataques cibernĂ©ticos nĂŁo Ă© mais considerado a melhor maneira de lidar com esses incidentes, pois vocĂȘ pode dar ao pĂșblico as dimensĂ”es reais.

Parece que os funcionårios competentes do Ministério das RelaçÔes Exteriores agiram extremamente eficaz, descartando o ataque alguns minutos depois de ter sido publicado e, além disso, procedendo a um comunicado de imprensa detalhado, fornecendo as explicaçÔes necessårias sobre a possibilidade de vazamento de dados confidenciais. Como eles garantem, não havia dados sensíveis.

Portanto, o mais exemplar Ă© o gerenciamento do caso de violação e esperamos que o exemplo do MinistĂ©rio das RelaçÔes Exteriores seja seguido por outras agĂȘncias ou empresas vĂ­timas de ataques cibernĂ©ticos (fortes ou nĂŁo).

Do nosso lado, gostaríamos de agradecer muito aos voluntårios que nos ajudaram na investigação do problema, bem como ao Ministério das RelaçÔes Exteriores pela gestão exemplar do incidente para os dados gregos.