Android, malware oculto em aplicativos de economia de energia

Malware capaz de ativar assinaturas de serviços pagos em smartphones, escondido em alguns aplicativos de economia de energia. Este é o Xafecopy, a nova ameaça para dispositivos Android. Notícias que relançam, pela enésima vez, a questão da segurança no setor de dispositivos móveis.

O Xafecopy implementa procedimentos de cobrança WAP, uma prática já em voga antes do advento dos smartphones. A lógica é roubar dinheiro dos usuários, ativando automaticamente serviços pagos que fornecem taxas semanais ou mensais. Parece que o malware em questão é capaz de assinar um número ilimitado desses serviçoscausando assim danos econômicos significativos.

DJdG3h5V4AAfd85

O smartphone é infectado devido a alguns aplicativos que, oficialmente, eles devem ser usados ​​para otimizar o consumo de energia. O Xafecopy está oculto nessas aplicações que, em relação à sua finalidade, funcionam muito em segundo plano.

Leia também: Android, 36 smartphones encontrados já infectados antes do uso

Esta é uma ameaça importante, também porque parece que o malware é bem-sucedido para contornar a necessidade de inserir CAPTCHAs ou códigos de confirmação. Isso é possível simulando pressionar as teclas do teclado, para compor com precisão o texto desejado necessário para a ativação do serviço de cobrança WAP.

android ladrão malware crack final2 1280x787

Como é possível deduzir do relatório criado pela G Data, uma empresa especializada na criação de software para segurança de TI, Xafecopy deve ter origens asiáticas, como costuma acontecer nesses casos. O malware já teria afetado 4.800 pessoas em 47 países diferentes, com 37,5% dos ataques localizados na Índia.

A segurança móvel é um tópico extremamente importante. Depois de tudo, smartphones agora são companheiros reais em nossas vidas diárias, em que centralizamos toda uma série de funcionalidades relacionadas ao trabalho e à vida privada.

xafecopy malware faturamento android wap 3

Certamente, existem algumas precauções que sempre devem ser tomadas com relação aos aplicativos que você escolhe instalar no seu smartphone: evitar aqueles de origem incerta (portanto fora das lojas oficiais); no caso de aplicativos originários das lojas oficiais, preste atenção ao feedback do usuário e, acima de tudo, às permissões necessárias durante a fase de instalação.

Leia também: 36 milhões de dispositivos Android afetados por malware Judi

Por enquanto, a lista de aplicativos infectados pelo Xafecopy não foi lançada. Nesse sentido, as notícias seguirão nas próximas semanas, as quais reportaremos atualizando o artigo. No entanto, pode ser útil instalar um antivírus no seu smartphone, pois as bibliotecas serão atualizadas em breve em relação ao malware em questão (um esse link a versão gratuita do antivírus G Data).

De qualquer forma, para obter mais informações sobre o Xafecopy, encontre neste link o relatório completo criado pelo G Data, que investiga todos os detalhes. Se você foi afetado por malware, precisará entrar em contato com a operadora de telefonia para poder bloquear as assinaturas em questão. Sem dúvida, sem esquecer a possibilidade de intervir a montante, solicitando bloquear antecipadamente a possibilidade de ativar esses serviços.