Android Auto: o Google est√° trabalhando em uma vers√£o para ser integrada nativamente nos carros

O Google trabalha h√° muito tempo em um sistema operacional para carros baseado no Android isso n√£o requer o uso de um smartphone e est√° totalmente integrado aos sistemas veiculares. Atualmente, de fato, √© o conte√ļdo do nosso dispositivo m√≥vel que √© projetado na tela do carro. Em uma entrevista divulgada com The Verge, Patrick Brady – chefe do Android Auto – mostrou o futuro do Google sobre os carros do futuro.

O novo sistema – chamado Native Android Auto – ter√° os benef√≠cios j√° oferecidos hoje, como a presen√ßa de aplicativos do ecossistema aprovados pelo setor automotivo, e ter√° acesso a opera√ß√Ķes que dizem respeito estritamente ao carro. Por exemplo, voc√™ pode pedir ao assistente virtual para ligar o aquecimento ou iniciar os limpadores. Para a realiza√ß√£o, Google est√° revolucionando a interface gr√°fica para torn√°-lo mais intuitivo e f√°cil de usar, simplificando os controles.

Nesse sentido, de fato, o objetivo √© andar de m√£os dadas com a vontade dos fabricantes de eliminar os bot√Ķes f√≠sicos presentes nos carros. Se implementada corretamente, esta solu√ß√£o pode diminuir a distra√ß√£o durante a condu√ß√£o. Al√©m disso, Brady est√° muito confiante sobre o sucesso desta solu√ß√£o. O setor automotivo √© muito menos extenso que o m√≥vel e diz-se que haver√° uma grande prolifera√ß√£o de plataformas que poder√£o competir com a do Google.

Assim como nos smartphones, será possível personalizar a interface e inovar o sistema para se adaptar aos diferentes estilos dos fabricantes de automóveis. Tudo isso porque o ponto central é aumentar a inovação e deixe que os fabricantes se concentrem nele por meio de serviços relacionados e não na integração do sistema. O Google planeja levar a vida digital dos usuários para o carro. Por esta, a plataforma será de código aberto e, portanto, permitirá a integração de serviços de terceiros, como Amazon Alexa ou CarPlay da Apple.

No entanto, pode ser menos aberto do que o destinado a smartphones, pois o principal desafio √© tornar essas aplica√ß√Ķes extremamente seguras para o setor automotivo. Todos os aplicativos presentes na Play Store for Automotive passam por exame para garantir que n√£o apresentem nenhum dano potencial. O sistema Android Auto nativo tamb√©m pode ser instalado ap√≥s o mercado, ou seja, naqueles carros que n√£o o integraram originalmente.

Outro ponto interessante diz respeito √† atualiza√ß√£o, que ocorrer√° atrav√©s do ar (OTA). Dessa maneira, n√£o apenas os bugs podem ser corrigidos, mas novos recursos podem ser fornecidos, mantendo sempre o n√≠vel de inova√ß√£o alto. O Google est√° trabalhando em estreita colabora√ß√£o com a Volvo, Renault-Nissan e outros fabricantes para permitir uma atualiza√ß√£o r√°pida para as pr√≥ximas vers√Ķes do Android. O lan√ßamento est√° programado para o final do ano atual, mas teremos uma primeira amostra da plataforma na confer√™ncia anual do Google I / O 2019, que ocorrer√° em maio.