Android, atualizaçÔes de patches de segurança se tornam obrigatórias por 2 anos

O Google assinou acordos que forçam os fabricantes de smartphones Android a lançar atualizaçÔes de segurança constantes em um perĂ­odo de dois anos. É o que emerge de uma reportagem produzida pelo conhecido jornal The Verge, que entrou em posse de um documento confidencial. O gigante de Mountain View teria especificado que durante o primeiro ano, quatro patches de segurança devem ser liberados, a partir do segundo ano, no entanto, nĂŁo hĂĄ um nĂșmero especĂ­fico indicado, mas hĂĄ uma clĂĄusula que confirma a natureza obrigatĂłria.

David KleidermacherO oficial de segurança Android do Google fez declaraçÔes importantes sobre o assunto no início deste ano, durante uma palestra no Google I / O. Durante a entrevista em questão, o gerente ele especificou que existem clåusulas precisas para regulamentar acordos com produtores, condiçÔes que levariam a respeitar o lançamento de atualizaçÔes de segurança e, consequentemente, a sua regularidade.

Indo ainda mais detalhadamente, os termos dos contratos devem ser aplicados a todos os dispositivos lançados apĂłs 31 de janeiro de 2018 e ativados por um mĂ­nimo de 100.000 usuĂĄrios. As condiçÔes, segundo dados coletados em julho deste ano, teriam sido respeitadas por 75% dos dispositivos. A partir de janeiro de 2019, o Google mostrarĂĄ maior intransigĂȘncia, garantindo que todos os produtos atendam Ă s condiçÔes.

Mais detalhes sobre o contrato assinado pela gigante americana: cada fabricante deve garantir proteção total contra vulnerabilidades encontradas 90 dias antes. Isso significa que os prĂłprios fabricantes tĂȘm uma janela de tempo de trĂȘs meses para solucionar qualquer problema de segurança. Tudo tambĂ©m serĂĄ aplicado a novos modelos, com smartphones que nĂŁo poderiam ser vendidos em caso de irregularidades ou vulnerabilidades nĂŁo resolvidas. Caso um fabricante nĂŁo consiga acompanhar as atualizaçÔes de segurança, o Google terĂĄ todo o direito de nĂŁo certificar os dispositivos dessa empresa especĂ­fica.