A UE concentra-se na segurança de aeroportos, hospitais e carros inteligentes

ENISA-e-ISACA-Host-Cybersecurity-Workshop-for-Electronic-Communications-Sector-2-smartA ENISA, AgĂȘncia Europeia de Rede e Segurança, anunciou seus planos para 2016, e sua pesquisa se concentrarĂĄ em segurança aeroportuĂĄria, saĂșde, Smart Cars e estradas pĂșblicas inteligentes.

Os dispositivos da Internet das Coisas são uma grande preocupação para os reguladores da UE

No final de cada ano, as agĂȘncias governamentais tĂȘm tempo de sobra para compor orçamentos e planos para o prĂłximo ano.

À medida que este ano chega ao fim, a ENISA lançou seu programa de 2016 e nĂŁo Ă© surpresa que a organização esteja concentrando seus esforços na Internet das Coisas (IoT).

Os dispositivos IoT existem hå muito tempo e, mesmo que não tenha sido a primeira vez que foram lançados, este é o ano em que todos aprendem sobre suas fraquezas.

Graças a uma sĂ©rie de casos de hackers altamente divulgados, que variam de carros a geladeiras, de interfones a bebĂȘs e cĂąmeras de CFTV, o pĂșblico agora sabe muito bem que, apesar dos benefĂ­cios que pode trazer, esses novos tipos os dispositivos disponĂ­veis podem colocar seus usuĂĄrios em risco.

ENISA quer trazer mais pedidos ao mundo dos dispositivos IoT

Convergindo a infraestrutura vital, a missĂŁo da ENISA para o prĂłximo ano se concentrarĂĄ em trĂȘs ĂĄreas crĂ­ticas em que a pirataria de dispositivos conectados Ă  Internet pode ter sĂ©rias conseqĂŒĂȘncias, atĂ© a enorme perda de vidas humanas.

Os cuidados com a saĂșde, a segurança nos aeroportos e nas estradas pĂșblicas serĂŁo beneficiados pela pesquisa da ENISA de 2016, e a organização espera que as recomendaçÔes que emitirĂĄ atĂ© o final do prĂłximo ano cheguem ao plenĂĄrio do Parlamento da UE. atĂ© 2017, para que possam ser adotados em nĂ­vel continental.

Por que apenas essas trĂȘs ĂĄreas? Isso se deve principalmente Ă  proliferação de equipamentos conectados Ă  Internet em hospitais e aeroportos, ao crescente nĂșmero de organizaçÔes de saĂșde pĂșblica que podem ser facilmente invadidas, Ă s novas tecnologias da cadeia de suprimentos que serĂŁo introduzidas nos aeroportos europeus, Ă  chegada de carros inteligentes e Ă s estradas europeias. do conceito em constante evolução de estradas inteligentes.

VocĂȘ pode ler o programa completo da ENISA abaixo. O relatĂłrio consiste em 54 pĂĄginas, mas o conteĂșdo mencionado neste artigo estĂĄ na pĂĄgina 14.

enisa.europa.eu