A poderosa m√°quina espi√£ XKEYSCORE “roda” no Linux (RHEL)

XKeyscore

Em agosto de 2013, Edward Snowden revelou a exist√™ncia de uma ferramenta chamada DNI Presenter que permite √† Ag√™ncia de Seguran√ßa Nacional dos EUA (NSA) ler o conte√ļdo dos emails armazenados e permitir que os analistas de intelig√™ncia colecionem quase tudo o que um usu√°rio faz. na internet, usando a plataforma XKeyscore.

De acordo com o The Intercept, além de detectar o tráfego da Web a partir de cabos de fibra óptica em todo o mundo, o sistema é capaz de coletar dados de roteadores, e-mails, conversas no Skype, pesquisas de usuários da Internet, arquivos, certificados e espera dados de 700.000 arquivos de áudio, fax e vídeo todos os dias.

“Os servidores do sistema XKeyscore coletam todos esses dados por at√© cinco dias e armazenam metadados de tr√°fego por at√© 45 dias”, diz Intercept.

A notícia do dia é que, de acordo com Edward Snowden, o XKeyscore está sendo executado no Red Hat Enterprise Linux. O jornalista popular Glenn Greenwald, que apóia Snowden na revelação de arquivos da NSA, descreveu o XKEYSCORE na seguinte declaração:

“√Č parte do software Linux que normalmente existe nos servidores Red Hat”, escreveu Greenwald. ‚ÄúEle usa o Apache Web Server e armazena arquivos em bancos de dados MySQL. Os sistemas de arquivos por cluster s√£o controlados pelo sistema de arquivos NFS e pelo servi√ßo autofs, enquanto o servi√ßo de agendamento cron gerencia os procedimentos agendados. ‚ÄĚ

Não é de surpreender que o serviço de inteligência dos EUA tenha mantido e continue mantendo projetos de código aberto, como o Projeto Xen, relatado recentemente pelo The Register.

Se considerarmos o enorme poder do XKeyscore e seus recursos de expans√£o, esta revela√ß√£o fornece informa√ß√Ķes muito importantes sobre o Linux: A li√ß√£o que aprendemos √© que um Linux, um servidor Apache e um DBMS MySQL seriam suficientes para controlar o mundo!