A ferramenta de avaliação AnTuTu classificará dispositivos de IA

avaliação

Na semana passada, o DxOMark come√ßou a avaliar c√Ęmeras selfie em telefones. Agora, o popular servi√ßo de avalia√ß√£o comparativa AnTuTu anunciou uma nova ferramenta de avalia√ß√£o para dispositivos de intelig√™ncia artificial.

Com o desempenho da IA ‚Äč‚Äčsendo um recurso altamente anunciado de processadores e telefones hoje em dia, podemos dizer que a ferramenta de avalia√ß√£o chegou a tempo. O AnTuTu diz que a ferramenta ainda est√° na vers√£o beta.

Em um comunicado de imprensa oficial, o servi√ßo revelou que n√£o existe um padr√£o √ļnico para a IA, j√° que cada fabricante de chipset o percebe de maneira diferente. A Qualcomm usa seu DSP para lidar com tarefas de IA, enquanto Huawei, Samsung e MediaTek t√™m uma unidade de IA exclusiva chamada NPU (APU para MediaTek). Todos os fabricantes de chips tamb√©m t√™m um SDK diferente. – NeuroPilot √© MediaTek, SNPE √© Qualcomm e TensorRT √© NVIDIA. A Samsung ainda n√£o anunciou a sua.

No entanto, o AnTuTu conseguiu desenvolver um padrão de teste de avaliação unificado, graças à colaboração dos fabricantes de processadores. Diz-se que o teste é dividido em duas fases Рclassificação de imagens e reconhecimento de objetos.

A classificação das imagens é baseada na rede neural do Inception v3 e o teste inclui 200 imagens. O reconhecimento de objetos é baseado no mobilenet da rede neural SSD e seu teste é um vídeo de 600 quadros.

O AnTuTu recomenda que o teste de avaliação seja realizado usando Wi-Fi, pois o pacote de dados tem aproximadamente 160 MB de tamanho, embora o aplicativo em si tenha apenas 33 MB. Levar o pacote de dados em um dispositivo que você pretende avaliar é algo que só pode ser feito uma vez, para que você não possa repetir o teste em outros momentos. No entanto, sempre haverá verificação de pacotes de dados.

Os dispositivos são classificados com base em uma combinação de velocidade e precisão. Portanto, um dispositivo rápido, mas não preciso, terá uma classificação mais baixa. O AnTuTu relata que existem outros termos que podem resultar em uma pontuação mais baixa no dispositivo.

Por exemplo, um dispositivo que usa uma vers√£o mais antiga do Android obt√©m menos que um que usa uma vers√£o mais recente no teste de avalia√ß√£o. Isso se deve ao fato de o Google otimizar o desempenho da IA ‚Äč‚Äča cada nova vers√£o do Android lan√ßada. Al√©m disso, o fato de a Samsung n√£o ter lan√ßado seu pr√≥prio SDK resultar√° em pontua√ß√Ķes mais baixas para seus dispositivos. Al√©m disso, n√£o haver√° diferen√ßas significativas entre dois processadores usando o mesmo “Processador AI”. Um exemplo √© o Snapdragon 710 e o Snapdragon 845, que usam o Hexagon 685 DSP.