A China está agora pedindo uma digitalização facial para emitir novos SIMs

SIM

Como se ouviu nos √ļltimos dias, a China examinar√° o rosto de seus cidad√£os antes de emitir um novo telefone celular ou um novo cart√£o SIM.

Essa nova regra foi introduzida pelo Minist√©rio da Ind√ļstria e Tecnologia da Informa√ß√£o da China e foi anunciada pela primeira vez em setembro.

Esta regra foi elaborada para garantir a segurança e os interesses dos cidadãos do país.

Caso você não saiba, a China exige que seus cidadãos enviem seus IDs nacionais quando desejam comprar um novo telefone celular ou um novo cartão SIM.

A nova regra já se aplica ao país.

Quais s√£o as implica√ß√Ķes da nova regra?

O envio de um certificado reconhecido em conjunto com uma verificação facial garantirá que nenhuma fraude seja cometida contra mais ninguém. Haverá menos usuários desconhecidos e o governo chinês poderá localizar um usuário mais rapidamente.

Obviamente, esse processo gera preocupa√ß√Ķes com a seguran√ßa dos dados pessoais dos cidad√£os, pois o governo ter√° muitas informa√ß√Ķes confidenciais. Tamb√©m n√£o est√° claro se os dados pessoais dos cidad√£os ser√£o exclu√≠dos ou retidos ap√≥s a conclus√£o do processo de digitaliza√ß√£o.

Esta não é a primeira vez que a China usa a tecnologia de reconhecimento facial. Sabe-se que o país usa essa tecnologia para diversos fins, como monitoramento de CFTV.

O pa√≠s tamb√©m criou um sistema semelhante para detectar emo√ß√Ķes humanas, principalmente para detectar suspeitos.

Seguindo os passos da China, a √ćndia tamb√©m planeja criar um sistema de reconhecimento facial por motivos de policiamento. Isso ser√° feito atrav√©s do desenvolvimento de um data warehouse central, que ser√° monitorado.