A ARM também teria suspendido as relações com a Huawei

O número de empresas que estão suspendendo relações continua a crescer Huawei, depois do que aconteceu nos EUA. Depois do Google, Microsoft, Qualcomm e outros fabricantes também BRAÇO teria decidido terminar a colaboração com Huawei.

A particularidade que BRAÇO não é uma empresa dos EUA, mas com sede no Reino Unido. A BBC revelou a mudança estratégica com um relatório publicado nessas horas. Atualmente, há apenas um memorando que foi comunicado aos funcionários da empresa enquanto não há comunicações oficiais.

Huawei smartphone

BRAÇO interrompendo assim as relações com Huawei até que a situação nos EUA seja esclarecida ou desbloqueada peloAdministração Trump. A motivação se deve à parceria que as duas empresas mantêm para o desenvolvimento dos SoCs HiSilicon Kirin, integrados aos smartphones da Huawei e Honor.

Essas soluções também teriam uma parte da tecnologia que deriva de empresas americanas, arriscando assim problemas com o governo dos EUA. Esse é outro passo que coloca o fabricante chinês em crise, considerando que os SoCs com arquitetura básica BRAÇO eles são os mais usados ​​no setor móvel (e para os quais Huawei pagar licença regular).

Huawei atualmente não comentou esse problema adicional para a implementação de Smartphone mas parece que o círculo está se fechando ao redor do produtor. Haveria algumas contramedidas em consideração, como substituir o Android por um sistema operacional construído internamente e não depender mais do Google Play, e sim de diferentes “lojas”, como o Aptoide. Ter que projetar o SoC do zero para um problema que não deve ser subestimado, o que pode ser ainda mais sério do que os anteriores.

Artigos Relacionados

Back to top button