A Adobe alerta os usuårios de versÔes mais antigas da Creative Cloud para sançÔes legais

criativo

Se vocĂȘ Ă© usuĂĄrio da Adobe, deve parar de usar as versĂ”es mais antigas dos aplicativos da Creative Cloud o mais rĂĄpido possĂ­vel, disse a empresa, dizendo “vocĂȘ pode estar em risco de consequĂȘncias legais”.

Os aplicativos que não precisam mais usar versÔes mais antigas são Photoshop, Lightroom Classic, Premiere Pro, Animate e Media Director.

De acordo com o AppleInsider, a Adobe começou a alertar os usuårios de versÔes mais antigas dos aplicativos da Creative Cloud que eles podem sofrer sançÔes legais de outras empresas se continuarem a uså-los.

“Infelizmente, os clientes que continuam usando ou desenvolvendo versĂ”es mais antigas e nĂŁo autorizadas da Creative Cloud podem sofrer sançÔes de terceiros”, disse a empresa Ă  agĂȘncia de notĂ­cias.

Enquanto isso, os usuårios recebem e-mails informando que não estão licenciados para continuar usando versÔes mais antigas dos aplicativos. Para corrigir o problema, eles precisam atualizar.

A Adobe ainda nĂŁo comentou o anĂșncio.

A empresa anunciou que os assinantes da Creative Cloud terĂŁo acesso apenas Ă s duas versĂ”es mais recentes dos aplicativos. Ele incentivou os usuĂĄrios a usar apenas a versĂŁo mais recente para “desempenho e benefĂ­cios ideais”.

Embora a Adobe não tenha mencionado quem poderia tomar medidas legais contra os usuårios, acredita-se que Dolby processou a empresa por violação de direitos autorais e quebra de contrato. Acredita-se que esse seja o motivo pelo qual os usuårios devem parar de usar versÔes mais antigas dos aplicativos da Creative Cloud.

As notícias são divulgadas logo após a Adobe dobrar o preço do plano Creative Cloud Photography, que inclui o Lightroom, o Lightroom Classic e o Photoshop, como parte de um teste. Isso levou alguns usuårios a abandonar aplicativos e recorrer a alternativas como IrfanView e Luminar.