92% de seus proprietários são leais ao iPhone

iPhone 7 Plus em Azul Profundo

92% subiram a taxa de lealdade no iPhone de 86% um ano antes. Essa é a maior taxa de retenção registrada pelo Morgan Stanley desde 93% em setembro de 2015, quando o iPhone 6s foi lançado.

Os novos dados são de uma pesquisa realizada em abril com 1.000 usuários de iPhone nos Estados Unidos. Desses, 92% disseram que era “relativamente possível” ou “extremamente provável” que atualizassem seu iPhone nos próximos 12 meses.

De acordo com Katy Huberty, pesquisadora do Morgan Stanley, a Apple tem o maior percentual de comprometimento em comparação com outras empresas. Por exemplo, a Samsung tem uma taxa de retenção de 77%, LG 59%, Motorola 56% e Nokia 42%.

K. Huberty estima que o aumento da taxa de comprometimento é atribuído à base de usuários do iPhone, que prefere e se acostumou ao iOS, e ao aumento da cobertura jornalística das novas tecnologias do próximo iPhone.