75.000 solicitaçÔes à Microsoft para obter informaçÔes do usuårio

microsoftlogo640x480 Houve poucos casos em que as autoridades policiais solicitaram o conteĂșdo que os usuĂĄrios “carregaram”.

Mais de 75.000 solicitaçÔes foram feitas à Microsoft em 2013 pelas autoridades de vårios países do mundo.

Os dados foram revelados pela prĂłpria empresa americana, no RelatĂłrio de TransparĂȘncia, publicado pela primeira vez. Na maioria dos casos, a Microsoft divulgou os principais detalhes da conta,<
>

como endereço IP ou nome de usuårio.

Outros gigantes da Internet, como Google e Twitter, emitiram relatĂłrios de transparĂȘncia semelhantes para informar seus membros sobre o grande nĂșmero de serviços de dados solicitados pelo Estado em todo o mundo.

As solicitaçÔes envolveram 137.000 contas, em serviços como Hotmail, Outlook.com, Xbox Live e Skype. Do nĂșmero de contas, Ă© difĂ­cil deduzir o nĂșmero de usuĂĄrios, pois Ă© comum manter mais de uma conta nos vĂĄrios serviços.

Em apenas 2,1% dos casos, a Microsoft foi solicitada a enviar conteĂșdo que os usuĂĄrios “carregaram” para seus serviços – como textos e imagens armazenados on-line ou e-mails enviados por seus servidores. Dessas solicitaçÔes, 99% foram registradas pela polĂ­cia dos EUA.

A maioria dos pedidos dizia respeito a informaçÔes mais gerais, como pseudÎnimos, endereços IP. Os países que apresentaram mais foram Estados Unidos, Grã-Bretanha, Turquia, Alemanha e França.

Fonte: portal.kathimerini.gr